Novo

A Alma Feminina E A Poética Da Vida Na Amazônia,

75 reais

em 12x 7 reais con 15 centavos

Enviando normalmente

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Sem garantia

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 12x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Mastercard Débito
Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroA alma feminina e a poética da vida na Amazônia,
AutorAdson Manoel Bulhões
IdiomaPortuguês
EditoraAlexa Cultural
FormatoPapel

Outras características

  • Gênero do livro: antropologia de genero

  • Tipo de narração: Manual

  • Idade mínima recomendada: 10 anos

  • Idade máxima recomendada: 80 anos

  • ISBN: 9786589677291

Descrição

Este estudo assenta-se na busca de compreensão da alma feminina em Edith Stein, uma mulher de descendência judia que viveu uma vida de entrega ao estudo da Filosofia em meio ao governo nazista na Alemanha, dos anos 30 e 40 do século XX. Verificamos de que forma ela elabora o seu pensamento sobre as relações de gênero, envolvendo mulheres, homens e a natureza na perspectiva da alma feminina, de modo a transcender as concepções de feminino de seu tempo. Trata-se de um estudo no campo da interdisciplinaridade que tece diálogo entre a filosofia, antropologia, história e arte com o intuito de buscar compreender o entrelaçamento da alma humana e a natureza, consubstanciada pela tríade materna, terra/floresta/água.
O interesse pela temática de gênero, por via da concepção da alma feminina, como objeto de estudo encontra ressonância em minha1 inclinação intelectual no momento em que desenvolvi pesquisas sobre a formação da mulher no pensamento de Edith Stein, na disciplina de Filosofia da Educação, no ano de 2005. A continuidade desses estudos se deu no Trabalho de Conclusão de Curso, intitulado A formação da pessoalidade da mulher em Edith Stein, no ano de 2008 e na dissertação de mestrado, intitulada O sentido da pessoalidade da mulher em Edith Stein: entre o feminismo e a feminilidade, no ano de 2015.
Também, durante o Mestrado, por ocasião dos estudos realizados pelas sendas da alma feminina, percebi a atuação de um princípio enérgico componente e condutor da vida natural, um sentido de feminidade que transborda a dualidade de gênero. Isso provocou uma ebulição no trajeto da pesquisa, abrindo clareiras, ampliando os sentidos e possibilitando novas investigações.
1