Novo

Da Cana Ao Caos Usos Sociais Do Meio Ambiente

72 reais

em 12x 6 reais con 87 centavos

Enviando normalmente

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Sem garantia

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 12x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroDA CANA AO CAOS Usos sociais do meio ambiente em perspectiva comparada
AutorThereza Menezes
IdiomaPortuguês
EditoraAlexa Cultural
FormatoPapel

Outras características

  • Gênero do livro: antropologia

  • Tipo de narração: Manual

  • Idade mínima recomendada: 10 anos

  • Idade máxima recomendada: 80 anos

  • ISBN: 9788554670450

Descrição

Este livro trata de um tema pouco explorado na literatura: a gênese de um novo parâmetro de regulação da vida social. A incorporação de uma a pauta ou etiqueta ambiental para além dos próprios segmentos ambientalizados é considerada um desafio tanto para promotores de políticas ambientais quanto para pesquisadores da temática ambiental. Este trabalho pretende através de trabalho etnográfico e comparativo reconstituir, a partir da descrição e análise de situações sociais precisas, como a questão ambiental surge, é incorporada e pode vir a tornar-se um instrumento disciplinar ou mecanismo de disputa entre distintos grupos sociais. Para explorar estas questões apresento o resultado de pesquisa realizada entre 1999 e 2003 entre pescadores, trabalhadores rurais assentados e promotores de políticas de defesa do meio ambiente e de reforma agrária em três municípios do litoral sul pernambucano historicamente devotados a agroindústria canavieira e que atualmente passam por um acelerado processo de transformações sociais e territoriais em função da promoção de políticas de reforma agrária e proteção ambiental : Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém (mapa1).
Meu contato com esta área começou em 1999, quando fui convidada a participar do projeto de pesquisa Reforma Agrária, Meio Ambiente e Poder Municipal, coordenado pela professora Lygia Sigaud. O referido projeto tinha por objetivo analisar processos de transformação social, como ocupações de terra e mudanças no perfil social das administrações municipais em Rio Formoso e Tamandaré. Em função de pesquisas previas relacionadas a políticas de reconversão econômica em municípios do nordeste brasileiro, contribuí no projeto sobre o litoral sul-pernambucano responsabilizando-me pelo eixo ambiental do projeto, ou seja, à transformação da área da pesquisa em foco de investimento no ecoturismo.