Novo

Tendencias Da Educação Fisica

50 reais

em 10x 5 reais con 67 centavos

Enviando normalmente

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Garantia da loja

Sem garantia

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 10x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Características principais

Título do livroTendência\s da Educação Física
AutorEraldo Maia - Stephanie Menezes
IdiomaPortuguês
EditoraAlexa Cultural
FormatoPapel

Outras características

  • Gênero do livro: educação fisica

  • Tipo de narração: Manual

  • Idade mínima recomendada: 15 anos

  • Idade máxima recomendada: 80 anos

  • ISBN: 9786589677444

Descrição

nessa obra intitulada de Tendências da Educação Física: novas aproximações tratamos das relações entre os diferentes períodos históricos da sociedade brasileira e a prática pedagógica dos professores de Educação Física. Reconhecemos que alguns autores, como Betti (1991) e Ghiraldelli Júnior (1991), já realizaram um esforço teórico para identificar e para explanar as diferentes fases e tendências pedagógicas da Educação Física escolar.
Apesar disso, é possível identificar na comunidade científica da Educação Física diferentes confusões teóricas em torno das tendências pedagógicas da Educação Física, como, por exemplo, a sinonimização entre as tendências pedagógicas e as proposições pedagógicas dos professores/abordagens. (DARIDO, 2003; RUFINO, AZEVEDO, 2012; RANGEL, DARIDO, 2015).
Além disso, é comum a anunciação de que Ghiraldelli Júnior (1991) datou o surgimento da tendência da Educação Física Popular ao ano de 1985, mediante o fim da ditadura militar de 1964 e, consequentemente, mediante ao surgimento das diferentes proposições pedagógicas desenvolvidas pelos professores da área. (CAMPOS,
- 16 -
2004; FERREIRA, SAMPAIO, 2013, SANTOS, 2016; CORRÊA et al. 2017; FERREIRA, 2019).1
Tratando em específico da tendência da Educação Física Popular, pudemos verificar por meio do livro Educação Física Progressista: a pedagogia crítico-social dos conteúdos e a Educação Física brasileira que não há qualquer menção ou citação informando essa asserção. Pelo contrário, Ghiraldelli Júnior (1991, p. 33) informa que essa tendência já se manifestava bem antes do ano de 1985, através dos movimentos operários e populares, “[...] que iniciou praticamente, com a República”, em 1889.
A saber, Ghiraldelli Júnior (1991), ao informar sobre o surgimento do Partido Comunista Brasileiro (PCB) durante a década de 1920, relata que esse partido teve um papel central na valorização do desporto lúdico – base da tendência da Educação Física popular. Isso demonstra que essa tendência já se manifestava, mesmo que timidamente, durante as décadas de 1890, 1910 e 1920.
Destacamos que essa obra é resultado das discussões realizadas no grupo Corponexões: Corpo, Cultura e Sociedade do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), no ano de 2020. Em meio a essas discussões, sugeri o desenvolvimento de estudos, leituras e seminários acerca da obra Educação Física progressista: a pedagogia crítico-social dos conteúdos e a Educação Física brasileira (GHIRALDELLI, 1991) e, posteriormente, a produção de um livro tratando sobre essa temática. Mediante a aceitação do grupo, iniciamos a escrita desta obra, que passou por inúmeras críticas e revisões, até chegar à versão final que vos apresentamos.