Novo

Gestão De Pessoas Nas Organizações: Evolução E Desenvolvimen

40 reais

em 6x 7 reais con 39 centavos

Enviando normalmente

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 6x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Descrição

GESTÃO DE PESSOAS NAS ORGANIZAÇÕES: evolução e desenvolvimento Carlos Eduardo Rocha dos Santos Othoniel Rodrigues Wagner Carillo 14x21 - 102pgs ISBN: 978-85-5467-099-3 O presente livro mostra o avanço tecnológico e profissional na área de gestão de pessoas, mostrando-nos, por meio das consultas realizadas, como surgiram as primeiras formas de gestão, durante a era clássica até as mais atualizadas - em meio a tanta informação e tecnologia - no século XXI. Segundo Dutra (2014), gerir pessoas requer muita habilidade e esforço por parte dos administradores em repensar os papéis das pessoas e das organizações nas relações de trabalho. Dando-nos a ideia do quanto as culturas de diversos países ingressantes no Brasil, influenciaram os meios de gestão ao longo do tempo, modificando gradualmente suas estruturas e métodos utilizados, dando mais valor ao trabalhador em geral e não focando apenas na área da produção, visto que dessa forma gerou-se melhores resultados. Hofstede (1991) levanta a ideia de que a combinação da nossa carga - que o autor chama de “human nature” (natureza humana) - mais a cultura adquirida, determinam nossa personalidade. Sendo, então, marcados por esses valores no decorrer de nossas vidas, de maneira a influenciar nosso modo de pensar, agir, sentir e tomar decisões. Com base nessas ideias, foi realizada uma pesquisa com os alunos da Faculdade Drummond, na qual os 150 entrevistados relacionaram o modo de gestão em que são submetidos, nas respectivas empresas as quais trabalham. Observou-se, que, embora haja muita informação, alguns gestores ainda utilizam-se dos métodos tradicionais de gestão, revelados no início do século XX, sendo influenciados talvez pela cultura da empresa a qual teve sua origem. Mostrando, também, a real necessidade de mudança nessas formas de gerenciamento dos processos devido à chegada das novas gerações ao mercado de trabalho.