Novo

Fazendo Antropologia No Alto Solimões Vii

56 reais

em 10x 6 reais con 35 centavos

Enviando normalmente

Envio para todo o país

Saiba os prazos de entrega e as formas de envio.

Estoque disponível

Devolução grátis

Você tem 30 dias a partir do recebimento do produto para devolvê-lo, não importa o motivo!

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 10x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Mastercard Débito
Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Descrição

Fazendo antropologia no Alto Solimões VII   Michel Justamand Renan Albuquerque Rodrigues Tharcisio Santiago Cruz 14x21cm 230 páginas R$ 56,00 ISBN 978-85-63354-66-4   A série FAAS e as oportunidades alcançadas! A série Fazendo Antropologia no Alto Solimões (FAAS), cujo volume sete (7) ora se apresenta, foi um efetivo implemento científico-literário, o qual consideramos muito importante no contexto da expansão das universidades brasileiras na Amazônia, na primeira década dos anos 2000 e na sequência temporal que se apresenta. Primeiro porque se tornou ao mesmo tempo acessível à comunidade não apenas universitária, mas em geral, e os livros tiveram ainda distribuição nacional, pela Livraria Cultura entre outras; segundo porque agregou nomes de relevo que compõem o cenário brasileiro de pesquisas da área das ciências sociais e, mais, justificou a função de uma universidade no interior do bioma Amazônia: popularizar o saber. “Popularizar o saber”, nesse pormenor, não é um jargão eleitoral barato, mas sim um modo de auxiliar fortemente a afirmar a Universidade Federal do Amazonas – UFAM enquanto sede institucional de saberes multidisciplinares no Alto Solimões, que historicamente é uma região tão castigada por entraves territoriais e simbólicos. Nesse notório volume da série o que se nota é a multidisciplinaridade da coletânea. O que se almejou neste livro, além do que já expomos, foi acrescentar dados ao robusto universo de resultados de pesquisa com temáticas amazônicas e de outras regiões do país, sobremaneira em razão de uma interlocução com diferentes áreas do conhecimento. Diretamente do Alto Solimões, tríplice fronteira amazônica (Brasil, Colômbia e Peru)... Boa leitura! Fevereiro de 2017 Michel Justamand Renan Albuquerque Rodrigues Tharcisio Santiago Cruz Os organizadores