Novo

Poemas Para Uma Rainha

30 reais

em 6x 5 reais con 54 centavos

Entrega a combinar com o vendedor

Embu Das Artes, São Paulo

Estoque disponível

Garantia

Compra Garantida com o Mercado Pago

Receba o produto que está esperando ou devolvemos o seu dinheiro

Meios de pagamento

Boleto parcelado em até 12x

Mercado Crédito

Cartões de crédito

Pague em até 6x!

Mastercard
Hipercard
Elo
Visa

Cartões de débito

Elo Debito
Visa Débito

Pix

Pix

Boleto bancário

Boleto

Descrição

Poemas para uma Rainha Arnaldo Saldanha Pires 14x21cm 68 páginas ISBN - 978-85-98175-5 Apresentação Arnaldo Saldanha Pires pode não ser a voz mais ribombante da poesia atual. Porém tem-na diferente – às vezes até chocadamente diferente – personalíssima no coral amplificado da poesia que procura tom e rumo no início de um tempo em que o som digitalizado da internet abafou o planger do alaúde e o ciciar da pena. Mas se o tempo é outro, as necessidades espirituais do homem continuam as mesmas. Precisa viver emoções e reparti-las e, na recíproca, ouvir e condividir a experiência dos semelhantes. Essa doação e essa interação é que fazem do animal, o homem. E dos mais sensíveis dos homens, os poetas. “A pena é a lingua da alma”, enfatizou Cervantes pela voz do Quixote. De Arnaldo Saldanha Pires percebe-se, desde os primeiros versos, a força natural que na árvore faz brotar as folhas; não se empenha em invocar coisas solenes e complicadas mas se estende no trabalhar em versos muito pessoais aquelas situações que justificam o viver do hmem e o faz com a simplicidade do questionar-se ao espelho ou confidenciar aos amigos os desejos, as vitórias e as amarguras: “A verdade é que o amor liberta,/ E ao libertar ele aprisiona”. Hernâni Donato